Informativo Missionário: Dezembro/2019

Escrito por Ricardo Matioli Ligado . Publicado em Cartas de Oração

 
Meu Amigo Refugiado!

Olá Parceiros em Missões,

”considerando que nenhum estrangeiro teve que passar a noite na rua, pois a minha porta sempre esteve aberta ao peregrino...” Jó 31:32

Nesta ultima carta do ano queremos agradecer a todos nossos intercessores, familiares, amigos, parceiros e mantenedores que têm carinhosamente caminhado conosco ao longo de todos estes anos nos apoiando, encorajando, orando e demonstrando cuidado por nossas vidas e ministério. Oramos para que Deus os abençoe muito e todos vocês continuem superabundando na graça de Deus.

Meu Amigo Refugiado!

 brasil imigrantes venezuelanos 20180819 0009Meu amigo refugiado faz parte de um grupo de mais de 25 milhões de pessoas que foram forçadas a sair de sua casa, do meio de seus parentes e de seu país. Sim meu amigo refugiado fugiu para salvar sua vida e tentar recomeçar sua vida em um lugar que lhe desse segurança e oportunidades. Ele não escolheu estar entre nós, foi a única opção que ele tinha. Meu amigo refugiado tem uma história de anos fugindo, com muitos traumas e situações que nunca imaginou passar, e chegou entre nós pensando que tudo seria diferente, mas descobriu os estigmas e a falta de entendimento que as pessoas têm com relação a sua condição de refugiado. Meu amigo refugiado não gosta de ser chamado de refugiado, pois isto traz a ele todo sentimento de falta de dignidade, de rejeição e desprezo.  Sim, é verdade, ele se sente uma pessoa sem identidade quando é chamado de refugiado, pois em seu país ele era engenheiro e aqui ele não é ninguém, assim como todos os seus amigos e amigas que estão nesta condição, não podem praticar sua profissão porque não são reconhecidos fora de seu país. Mas a maioria dos meus amigos refugiados são gente simples, trabalhadores e muito humildes que não tiveram as mesmas oportunidades que tivemos. Outro meu amigo me disse também como o português é difícil, como ele tem tido dificuldades em aprender nossa língua e cultura, que somos muito estranhos, vocês nos convidam para uma visita e para tomar um café, mas nunca marcam o dia e a hora, meu amigo refugiado me revelou que a imagem que tinha de nós antes de chegar era bem diferente, ele achava que éramos mais alegres e que não iriam encontrar tanto preconceito por ser negro e ter vindo da África. Mas o mais legal de tudo é que meu amigo refugiado é um grande amigo, superou tantos obstáculos para chegar até aqui, e apesar de tudo que ainda esta passando tem muita esperança de vencer e sua alegria é contagiante. Sou tão grato a Deus porque tenho aprendido muito com ele, Deus tem usado sua vida para me abençoar e me mostrar o quanto Deus ama a todos. Sabe eu trato ele como “Muhammad” e tenho pedido muito a Deus para que ele na liberdade religiosa que temos possa estar experimentando em nosso país a graça de conhecer Jesus a maior benção que alguém poderia ter e o único capaz de transformar e salvar sua vida. Você tem algum amigo assim?

Família

Final do ano é sempre uma época difícil, pois estar longe de nossos filhos, noras e netinho é muito complicado. Também é difícil, porque este ano tivemos perdas significativas em nossa família e este tempo de família reunida nos traz as lembranças daqueles que gostaríamos de estar juntos. Mas, apesar de tudo isto, temos muito mais motivos para agradecer, pois o cuidado, a bondade e a graça de Deus para com nossas vidas e família nos faz superar estes sentimentos. O Felipe, Moara e nosso netinho Théo estão bem graças a Deus. O Matheus e a noiva também estão indo bem e na correria de planejar e organizar o casamento para agosto de 2020. Ou seja Deus tem sido muito bom e feito grandes coisas por nossa família.

Ministério

natalrefugiadoaaaNo ministério tivemos últimos dias bem corrido, além da viagem ao Sul do Brasil tivemos também em dezembro um tempo de treinamento missionário de cinco dias com 19 novos candidatos se preparando para servir ao Senhor na África. Amamos participar desta semana, pois é um privilegio poder ajudar cada um deles a estarem bem preparados para cumprir a missão que o Senhor os confiou. Para nós este treinamento foi uma benção porque também estivemos recebendo 3 missionários para se juntar a nossa equipe de trabalho com refugiados e imigrantes. A grande benção é que a equipe de Diáspora que coordenamos cresceu 100%. Entre os novos membros recebemos um que é do Senegal, ex-M que se converteu e que vai nos ajudar muito em nosso ministério entre refugiados no sul do Brasil. Outra benção é que este senegalês faz parte de um povo não alcançado chamado Fulani que tem menos de 0,0001% de cristãos e neste tempo além de estar junto conosco vai também estar se preparando melhor  para voltar no futuro para seu país.

Encerramos o ano de atividades dia 24 de dezembro a Campanha do Natal do Refugiado 2019. Que foi ajudar aos refugiados e imigrantes de nossa região a ter um final de ano um pouco diferente, doando uma cesta de natal com algumas necessidades básicas, alguns mimos e uma bíblia para demonstrar que amamos e nos importamos com eles. Conseguimos com a graça de Deus montar com a ajuda de nossos parceiros 25 Cestas de Natal e durante 5 noites estivemos trazendo os refugiados e imigrantes para nossa casa, outros que as famílias eram grandes e que não podiam estar conosco estivemos visitando suas casas, foi um tempo bem exaustivo porque cada um trazia consigo, uma história, uma dor, muitas saudades e incertezas. Ajudar sem criar expectativa de que a solução para suas vidas não são pessoas, instituições, e o lugar onde estão e SIM JESUS e esta ‘e uma tarefa extremamente complicada e que somente o Espirito Santo tem este poder. Foram um total de 54 refugiados e imigrantes em Londrina que conseguimos abençoar com estas cestas, estarmos juntos com todas estas pessoas foi uma experiência maravilhosa, porque estivemos com amigos do Congo, Togo, Angola, Guiné Bissau, Gana, Camarões, Benin, Gabão, Senegal, Venezuela e Haiti. O mais importante foi a demonstração do amor de Deus para com suas vidas, nossa intenção foi além de entregar uma cesta de natal e uma bíblia, foi ter um tempo com cada um deles, por esta razão não fizemos uma grande festa para que todos viessem juntos em apenas uma oportunidade, pois queríamos conhece-los melhor, estreitar nossos laços de amizades, demonstrar que nos importamos com eles, demonstrar respeito e ouvir sobre suas lutas e suas incertezas, algo que seria impossível fazer em um momento. O mais especial foi falar para cada um do significado do Natal,  do nascimento de Jesus, que natal é Deus conosco, é Deus entre nós. Nós não temos ideia o que Deus esta fazendo com nossas ações nestas vidas, mas podemos testemunhar que nós fomos muito abençoados, porque ao abraçar e estar com cada um deles, o Senhor nos trazia a memória o que Jesus disse: “fui estrangeiro, e vocês me acolheram” Mat 25:35.

Que este Novo Ano de 2020 seja cheio da maravilhosa graça de nosso Deus, seja cheio de alegria e que o Senhor esteja com todos nós a cada dia. Que seja um 2020 onde possamos ser mais solidários, mais amorosos, que possamos servir mais ao Senhor e ao nosso próximo.

 

Pr. Ricardo, Tina, Matheus, Felipe, Moara e Théo Matioli
Servindo ao Senhor, razão única de nossas vidas!

OBS: Como família missionária, somos responsáveis por levanta o apoio necessário de oração e de sustento financeiro para realização de nosso ministério missionário. Caso queira ser um parceiro de oração ou de contribuição, por favor nos escreva.

Para Abençoar nosso Ministério:

Nos envie um e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Oferta Online através do PagSeguro, Boleto, PayPal:

http://sa.aimint.org/como-participar/contribuindo/miss_83

Ofertas através de ofertas mensais pelo cartão de credito:
30,00 - http://pag.ae/7UrSawJNR
50,00 - http://pag.ae/7UrSb3aHH
75,00 - http://pag.ae/7UrSbpF7H
100,00 - http://pag.ae/7UrSc2FhR
150,00 - http://pag.ae/7UrScmjw2
200,00 - http://pag.ae/7UrScFT-v